Teses40

Apresentação das teses de 2017

20170703_101032

Os estudantes de mestrado que escolheram desenvolver as suas teses no Fraunhofer Portugal AICOS este ano, acabam de apresentar os seus trabalhos.

A Fraunhofer organizou um workshop no qual cada estudante fez uma apresentação acerca do trabalho desenvolvido no âmbito do seu tema de tese. Depois, os estudantes tiveram a oportunidade de discutir o seu trabalho com os investigadores. Mais tarde, a Fraunhofer recebeu os estudantes numa sessão de demonstrações. Os protótipos estão prontos e os estudantes mostraram, com orgulho, as soluções que desenvolveram durante o semestre, juntamente com a brochura de cada projecto.

O COLABORAR dá os parabéns a todos os estudantes e está feliz por vê-los serem bem sucedidos na construção de soluções para um futuro melhor.

Jogar ExerGames: a perspectiva dos utilizadores

IMG_20170531_153247

Nas últimas semanas fomos ao centro recolher informação acerca do uso do ExerGames. Os participantes nos testes responderam a um questionário sobre as suas experiências com os jogos, as suas opiniões e preferências.

Juntamente com as observações realizadas, esta informação é muito útil para os investigadores, pois vai permitir compreender os aspectos que os idoso mais valorizam no ExerGames: a interface do utilizador, os exercícios físicos, um bom passatempo, entre outros. Os investigadores querem perceber se os utilizadores consideram que o sistema é fácil de utilizar e se eles conhecem os benefícios de fazer exercício físico para prevenir as quedas.

Está  aser desenvolvida uma tese de mestrado para esrtudar estes aspectos e avaliar o impacto das tecnologias de informação e comunicação no bem-estar dos idosos, contribuindo, assim, para a autonomia dos seniores.

IMG_20170531_153016

Jogos interactivos estão a ser utilizados por idosos em centro de dia

IMG_20170510_153114

Os idosos de um centro de dia do Porto estão a utilizar os jogos interactivos de exercício físico do Fraunhofer AICOS.

O equipamento está disponível no Centro Social de Soutelo para que os seniores possam exeperimentar os jogos e divertirem-se ao fazer os exercícios que foram desenvolvidos para esta faixa etária e para as suas necessidades de exercício. Estes exercícios promovem o fortalecimento muscular, o equilíbrio, a mobilidade e a flexibilidade de uma forma lúdica. Para além destes benefícios, os seniores estão a ter contacto com a aplicação das novas tecnologia na vida real; neste caso, eles podem ver os seus movimentos a serem monitorizados pelos sensores do smartphone e a indicação da sua performance durante o jogo. Desta forma, eles podem adquirir um sentimento de integração na actual sociedade digital. Ao mesmo tempo, é necessário que estejam bastante atentos enquanto jogam, o que é positivo para os idosos.

Com o objectivo de compreender o papel da tecnologia no envelhecimento activo e no bem-estar dos seniores, através da promoção da autonomia e segurança, está a ser desenvolvido um estudo que envolve os utilizadores voluntários do ExerGames, que estão a dar importantes contributos acerca das suas percepções e opiniões acerca das suas exeperiências de utilização dos nossos jogos. Paralelamente, está a decorrer outro estudo que consiste na identificação de factores que motivam os seniores a participar nestas actividades com jogos interactivos.

Este estudo está a ser muito interessante para os investigadores e estamos a gostar muito de ver os idosos a divertirem-se a jogar o ExerGames.

O vídeo do Workshop de estudantes de mestrado 2016

Pode ver em baixo o vídeo da Fraunhofer sobre o Workshop de Estudantes de Mestrado 2016, no qual são mostrados os melhores momentos deste evento.  O workshop foi organizado para os estudantes apresentarem os seus trabalhos. Neste vídeo, pode também descobrir o que têm a dizer os estudantes de mestrado do ano passado acerca da experiência de desenvolverem as suas teses no Fraunhofer AICOS.

Workshop de estudantes de Mestrado 2016

IMG_7982

Como já é tradição, os estudantes apresentaram as suas teses desenvolvidas na Fraunhofer Portugal.

Todos os anos, o Fraunhofer AICOS recebe estudantes finalistas – maioritariamente de cursos de Engenharia – e oferece-lhes a oportunidade de serem integrados em equipas de investigação. Desta forma, podem desenvolver o seu trabalho sobre a temática que escolheram, tendo a orientação de cientistas experientes. Para além disso, tendo em conta que a Fraunhofer faz investigação de utilidade prática e com estreita colaboração com a indústria, há uma grande possibilidade de o seu trabalho contribuir para melhorar a qualidade de vida de muitas pessoas idosas, pessoas com deficiências e incapacidades e de cuidadores (formais e informais).

Os temas foram diversos e focados na Prevenção de Quedas e Monitorização da Actividade Física, Gestão de Doenças Crónicas e Bem-estar, Ambientes Assistidos e Tecnologias de Informação e Comunicação para o Desenvolvimento.

Damos os Parabéns a todos eles pelo bom trabalho que desenvolveram!

IMG_8003

Tese apresentada em prestigiada conferência internacional

pHealth2016

No ano passado demos a conhecer a Tese de Mestrado KneeGraphy – Classificação de artropatia do joelho através de vibrografia baseada num acelerómetro. Agora, estamos contentes por partilhar convosco que o Dinis Moreira, o estudante que realizou esta tese, apresentou o seu trabalho numa prestigiada conferência internacional.

Este tópico foi apresentado no pHealth2016, a “13.ª Conferência Internacional em Wearables (dispositivos de usar junto ao corpo), Micro e & Nano Tecnologias para uma Saúde Personalizada”, na Grécia, de 29 a 31 de Maio. O sistema, baseado num acelerómetro para aquisição de dados, permite a detecção e avaliação de Osteoartrite do joelho, uma condição que afecta muitos seniores. A diferenciação entre um joelho patológico de um joelho não-patológico é feita através de sensores, o que constitui uma inovação no diagnóstico de Osteoartrite, por ser um método não invasivo.

O sistema foi inicialmente testado por alguns voluntários seniores que fazem parte da rede de utilizadores COLABORAR. O projecto continuou em desenvolvimento no Fraunhofer AICOS e mais tarde vários doentes de um hospital do Porto foram avaliados com este sistema. Os resultados dos testes de validação mostram boa eficiência na diferenciação de joelhos com Osteoartrite de joelhos não afectados. Não poderíamos deixar de partilhar esta notícia, pois achamos que as pessoas que colaboraram nos testes vão gostar de saber do sucesso do projecto. Agradecemos uma vez mais a ajuda que nos deram!

Muitos Parabéns pelo bom trabalho, Dinis!

Foto: Fraunhofer Portugal.

 

Workshop para estudantes de mestrado

IMG_7270

O Fraunhofer Portugal AICOS deu as boas-vindas a um grupo de estudantes de mestrado que irão desenvolver as suas teses no nosso centro de investigação.

Todos os anos, a Fraunhofer oferece esta oportunidade de integrar estudantes em projectos de I&D. Preparou-se um Workshop de recepção aos novos alunos para explicar os principais procedimentos relacionados com as conformidades dos Recursos Humanos e com a gestão do equipamento. Depois, foram apresentados os principais projectos de I&D da Fraunhofer, seguindo-se algumas sugestões e conselhos no âmbito do desenvolvimento das teses; recursos e ferramentas importantes também foram partilhados. Estas informações serão certamente muito úteis e irão ajudá-los a organizarem o seu trabalho e, por outro lado, a aprendizagem sobre como usar ferramentas específicas para a gestão de projectos será também muito útil no futuro, quer eles permaneçam na Fraunhofer ou vão para outra empresa ou instituto.

E o Workshop terminou da melhor forma com a apresentação do COLABORAR. Os estudantes ficaram a saber que asseguramos utilizadores seniores para que possam perceber quais as necessidades reais das pessoas e testar as suas aplicações mais tarde. Ficaram também a saber que podem sempre contar com a equipa de Interacção Pessoa-Computador para os orientar e validar os protocolos de testes. Estamos felizes por o COLABORAR apoiar os estudantes nesta fase tão significativa. Temos a certeza que eles irão gostar de trabalhar no desenvolvimento de software para seniores e de ter a sua ajuda no processo de desenho centrado nas pessoas.

O COLABORAR deseja a todos bom trabalho e espera que gostem deste tempo connosco e com a rede!

IMG_7227

Veja também o vídeo.

Dia Mundial da Diabetes

Hoje, 14 de Novembro, é o Dia Mundial da Diabetes. A data foi estabelecida pela Federação Internacional de Diabetes com o objectivo de ajudar a aumentar a consciencialização para esta doença. A Diabetes é uma doença que afecta pessoas em todo o mundo e tem como complicações a cegueira, ataque cardíaco, insuficiência renal e amputação de membros. A cegueira e as amputações são consequência da Retinopatia Diabética e da Neuropatia Diabética, respectivamente. Os investigadores da Fraunhofer Portugal AICOS estão a desenvolver novas soluções para melhorar a detecção precoce destas duas complicações da Diabetes. Para assinalar a data, o COLABORAR destaca esses dois projectos:

  • EyeFundusScope – “Avaliação do risco de Retinopatia Diabética através de um dispositivo móvel baseado no processamento de imagem” consiste na utilização de um adaptador óptico acoplado a um smartphone com uma aplicação que processa as imagens do fundo do olho capturadas pelo adaptador óptico. A aplicação permite a detecção de micro-aneurismas, que são os primeiros sinais visíveis de Retinopatia Diabética, sem necessidade de ser realizado com recurso a equipamento especializado, o que permite um pré-diagnóstico de Retinopatia Diabética;
EyeFundusScope
  • NeuropathyDetect – “Detecção de Neuropatia periférica em doentes diabéticos” consiste na utilização de acelerómetros e de sensores de pressão plantar incluídos em smartphones para recolher dados da marcha que depois são analisados por uma aplicação móvel. Permite identificar sinais precoces de Neuropatia Periférica em doentes diabéticos que desta forma deverão adoptar medidas preventivas de lesão nos pés e ser acompanhados pelo médico, para melhorar o seu tratamento.
IMG_1736

Pode visualizar a reportagem da SIC Notícias sobre estes dois projectos da Fraunhofer Portugal AICOS abaixo.

Workshop de novas teses de mestrado

IMG_3084

A Fraunhofer acolhe todos os anos novos estudantes finalistas de cursos de Mestrado nos seus projectos de investigação. Este ano, vários estudantes foram desafiados a desenhar, desenvolver e implementar soluções baseadas em tecnologias móveis aplicadas à área da saúde e bem-estar das pessoas idosas e também à área social e económica de países em desenvolvimento. Eles tiveram a oportunidade de enriquecer os seus projectos com um processo de desenho centrado no utilizador e testar os protótipos das soluções desenvolvidas  com públicos-alvo bastante diversificados: crianças, jovens adultos, seniores e imigrantes.

Este ano, o COLABORAR apoiou 10 dissertações de Mestrado: ICT4Dgui, Exerbalance, EMGesture, mActivityClassify, mscWESEJ, LiteracyTracker, NeuropathyDetect, KneeGraphy, EzNav e SmartRecovery.

Anteriormente, já vos demos a conhecer cada uma delas e agora, com muito orgulho, anunciamos a sua conclusão e partilhamos um sentimento de dever cumprido. Todos os alunos foram entrevistados acerca do seu trabalho na Fraunhofer, pelo que em breve poderão ver um vídeo com estas entrevistas.

O COLABORAR  deseja muito sucesso aos estudantes que desenvolveram as suas dissertações na Fraunhofer e manifesta um enorme agradecimento a todos os que contribuíram: seniores, crianças, jovens adultos, imigrantes, encarregados de educação, professores, funcionários e responsáveis institucionais.

SmartRecovery: testes com doentes

IMG_20150618_091911

A tese de mestrado “Análise da marcha em doentes em recuperação de prótese total do joelho através de sensores corporais” (SmartRecovery) tem como foco o estudo da marcha de doentes que foram submetidos a Artroplastia Total do Joelho (ATJ), como tratamento de artrite, através da análise dos movimentos corporais, mecânica corporal e actividade muscular.

Vários testes foram realizados com o grupo experimental, constituído por doentes submetidos a ATJ,  e com o grupo de controlo, composto por voluntários do COLABORAR. Os testes tiveram lugar no hospital e na Fraunhofer Portugal. Os testes com os voluntários vão permitir diferenciar a marcha de doentes submetidos a cirurgia para ATJ da marcha de pessoas que não foram submetidas a essa cirurgia.