Categoria: Testes

Aplicação clínica do FallSensing testada

No âmbito do projeto FallSensing, os investigadores realizaram um estudo com o objectivo de desenvolver uma solução multifactorial de avaliação do risco de queda. Foi desenvolvido um plano personalizado de prescrição de exercícios terapêuticos, de modo a prevenir quedas em idosos que foi testado por seniores.

Este projecto está a ser desenvolvido pelo Consórcio formado pelo Fraunhofer Portugal Research Centre for Assistive Communication and Information Solutions (Fraunhofer Portugal AICOS), pela Sensing Future Technologies, SA e pelo Instituto Politécnico de Coimbra, através da ESTeSC – Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra. A aplicação pode ser visualizada num computador ou monitor e está a ser desenvolvida pelo Fraunhofer Portugal AICOS. O plano de exercícios terapêuticos é personalizado para cada idoso, de acordo com a avaliação de risco de queda inicial e com a performance nos exercícios. A aplicação destina-se a ser utilizada em contexto clínico como uma ferramenta para os fisioterapeutas. Neste âmbito, uma fisioterapeuta do Consórcio esteve na Fraunhofer AICOS durante 15 sessões a aplicar o plano terapêutico aos participantes nos testes. Os participantes foram os voluntários do COLABORAR e completaram o plano, que incluiu a avaliação inicial e final do risco de queda e exercício de prevenção de quedas.

Muito obrigado aos voluntários do COLABORAR.

Prevenir a incontinência urinária através de jogos

Acabámos de testar novos jogos interativos sérios. Estes jogos estão centrados no treino dos músculos do pavimento pélvico e têm como objectivo actuar na incontinência urinária, mobilidade e problemas cognitivos.

Os jogos são apresentados na TV e são usados sensores inerciais colocados em partes específicas do corpo para monitorizar os movimentos em tempo real. Os voluntários do COLABORAR participaram na fase de teste do projecto, que contou com o importante contributo de um estudante de mestrado em Comunicação Multimédia, que, por sua vez, usou o trabalho desenvolvido neste projecto como parte da sua tese de mestrado a submeter à universidade.

O nosso obrigado aos voluntários que participaram!

Realidade virtual para seniores

O COGNISTIM é um novo projecto do Fraunhofer Portugal AICOS.

O COGNISTIM é uma aplicação móvel combinada com óculos especiais e permite aos seniores experienciar realidade virtual através de jogos de estimulação. Estes jogos foram desenhados para estimularem a parte física e cognitiva dos idosos. Temos um estudante de mestrado da Universidade de Coimbra a fazer a sua tese de mestrado no âmbito deste projecto. O estudante desenvolveu uma aplicação para telemóvel e agora está a testá-la com voluntários do COLABORAR.

Levámos o equipamento para um centro de dia e foi fantástico poder proporcionar aos idosos uma experiência completamemte nova. Estes testes foram mesmo bons! Esperamos brevemente poder levar a realidade virtual a muitos mais idosos!

Estudos de validação com utilizadores de dispositivos médicos em destaque em reunião de trabalho do MDevNet

O tema da validação de estudos de dispositivos médicos de base tecnológica esteve em destaque numa reunião com os membros do MDevNet.

O MDevNet é uma iniciativa liderada pelo Fraunhofer Portugal AICOS e junta várias instituições de I&D, indústria, academia, entidades públicas e representantes dos utilizadores. O que os parceiros nesta rede têm em comum é o facto de estarem activamente envolvidos no processo de valorização da transferência de tecnologia de dispositivos médicos de base tecnológica.

A reunião foi organizada em torno de três temas:

  • clarificação de questões legislativas associadas aos dispositivos médicos;
  • obstáculos e promoção de mecanismos de interacção entre entidades nacionais envolvidas no processo de codesenvolvimento e convalidação de dispositivos médicos e
  • eficácia dos processos de transferência de tecnologia.

Um dos assuntos abordados foi a realização de estudos de validação de dispositivos médicos com utilizadores e respectivo processo de certificação.

De uma forma geral, a conclusão da reunião foi que é necessária mais informação sobre regulamentos, processos e formalidades.

Testes para tese de mestrado

Nos últimos anos, tem sido desenvolvida investigação no Fraunhofer Portugal AICOS na área de monitorização de actividade física e prevenção de quedas. Recentemente, temos uma estudante de mestrado a desenvolver a sua tese nesta área.

Agora é tempo de fazer alguns testes. O COLABORAR recrutou um grupo de voluntários para nos ajudar nesta importante tarefa. Quinze voluntários participaram nesta actividade de investigação, ao realizar exercícios de marcha.

Obrigado a todos os participantes pelo tempo passado connosco e por fazerem parte desta investigação.

O novo Código Ético de Conduta Académica da Universidade do Porto

O COLABORAR esteve presente nas Jornadas da Comissão de Ética da Universidade do Porto no dia 11 de Abril, no Salão Nobre da Reitoria da Universidade do Porto.

O novo Código Ético de Conduta Académica da Universidade do Porto foi apresentado oficialmente neste evento. É do nosso interesse adoptar e cumprir os mais elevados padrões e regulamentos éticos relacionados com a ética em investigação. O nosso objectivo é manter a excelência e a integridade na investigação que fazemos, respeitando os direitos e a dignidade dos outros.

Neste evento ficámos a conhecer os princípios gerais do código que devemos seguir quando planeamos e conduzirmos actividades de investigação. Já temos um exemplar em papel do código ético que estará também disponível online.

Fallsensing: avaliações de risco de queda e exercícios para prevenção de quedas

Temos mais notícias sobre o FallSensing. Este projecto que tem por objectivos desenvolver ferramentas para avaliações do risco de queda, monitorização e prevenção de quedas teve muitos desenvolvimentos nos últimos meses.

Os investigadores e os designers, juntos criaram novos jogos e não podiam esperar para os testar! Com a ajuda dos voluntários da rede de utilizadores COLABORAR, com certeza. Então, fomos a um centro de convívio cá no Porto e organizámos algumas actividades de investigação. Começámos com o recrutamento de participantes e depois aplicámos testes e questionários para avaliar o risco de queda de cada utilizador. Mais tarde, agendámos testes com os utilizadores no centro. As avaliações e os jogos foram ambos acompanhados por uma fisioterapeuta. Os investigadores tomaram notas de alguns detalhes relacionados com assuntos de usabilidade enquanto os seniores jogavam os jogos. Os investigadores também estavam a prestar atenção a questões relacionadas com o conforto dos sensores corporais que os idosos estavam a usar para captar os movimentos durante o jogo, permitindo assim avaliar a sua performance.

O feedback dos utilizadores foi óptimo, pois disseram que adoraram jogar em grupo com os amigos. Os sorrisos também indicaram que eles gostaram de jogar os jogos do FallSensing. A equipa não poderia estar mais feliz com o sucesso do FallSensing!

Aplicação web do DActivPR para visualização da actividade física do utilizador testada

DActivPR

O Smart Companion , a costumização android para smartphones para idosos, permite a recolha de dados relacionados com a actividade física. De forma a proporcionar uma forma fácil e efectiva de analisar os dados recolhidos, foi desenvolvida uma aplicação web.

Depois, foram realizados testes com possíveis utilizadores finais para verificar que estes conseguiam recolher a informação relevante da aplicação de maneira fácil e efectiva. Os participantes responderam a um questionário sobre os hábitos de utilizadores pré-definidos do Smart Companion.

Este trabalho foi desenvolvido no âmbito da tese de mestrado “DActivPR – Ferramenta para Reconhecimento do Padrão de Actividade Diária“.

Testes do Cordon Gris

21558010_1503750276379964_5709436275584421085_n

A nova aplicação do projecto  CordonGris foi testada pelos investigadores da Fraunhofer Portugal AICOS com a participação dos voluntários do COLABORAR.

Esta nova aplicação para os idosos permite a criação de um perfil para cada utilizador, através da introdução de dados antropométricos, actividade física, preferências e restrições alimentares. Depois, a aplicação fornece um plano personalizado de refeições recomendadas para cada utilizador, de acordo com a informação introduzida. O sistema foi construído com interfaces amigas dos seniores, para que os utilizadores consigam utilizá-la facilmente.

Os participantes deram um excelente feedback sobre a app, pois consideram que esta pode ajudar os idosos a manterem-se saudáveis e independentes.